Archive for the Ciducha Category

Melodia desacorrentada

Posted in Ciducha on janeiro 18, 2008 by sabrinabenites
melodiadesac.jpg
Melodia desacorrentada
Ciducha
Sempre serei tua, ainda que não toque a melodia!
Ainda que o tempo, insano, ingrato e lento
nos torne solitários demais…
Ainda assim, serei tua!
Também preciso de ti
precisei tanto, por tanto tempo!
Chamei tantas vezes… nunca me ouviste.
Mas eu te ouvirei, prometo!
Registro tal promessa neste poemeto.
Sou como os rios, que correm todos para o mar
mas já cheguei… não vais chegar?
Estou nos braços aconchegantes do mar
em noites escuras e frias
ou em lindas noites de luar
sempre… eu e o mar!
Volte… volte sempre que quiser
estarei a te esperar,
como a praia espera ansiosa
as ondas que vão chegar…